Igreja Apostólica do Brasil Região Pernambuco

IGREJA APOSTÓLICA DO BRASIL REGIÃO PERNAMBUCO

PREGAMOS O QUE A BÍBLIA NOS ENSINA, SOMOS UM POVO PENTECOSTAL DE DOUTRINA APOSTÓLICA E BATIZAMOS EM NOME DE JESUS (ATOS 2:38) SOMOS 100% UNICISTA.

sábado, 1 de abril de 2017

7 Dicas para ajudar seu filho a se comportar na igreja

1 Comece a ensinar em casa

É em casa que os maiores ensinos que as crianças precisam acontecem. Por isso, converse com seu filho (caso ele já entenda) e fale sobre o que vão fazer. Ela vai começar a entender aquele ensino mas, claro, seja paciente, pois ela não vai aprender isso logo na primeira vez.

2 Faça cultos em casa

Muitas crianças não conseguem se comportar na igreja simplesmente porque é um ambiente em que elas não sabem se comportar. É por isso que a estratégia de fazer um micro culto em casa é muito boa. Faça um culto doméstico parecido com a programação que sua igreja tem, mas com um tempo menor. Coloque música, oração e uma historinha e busque ensinar seu filho a se comportar ali. O objetivo é que a criança acostume e aprenda a se portar.

3 Abuse das conversas ao pé do ouvido e lá fora

Se seu filho insiste em se comportar mal na igreja, adote um sistema de advertência e disciplina caso ele insista no mau comportamento. Diante de um comportamento ruim, dê uma advertência ali mesmo, falando ao pé do ouvido. Na negativa dele obedecer, leve-o até um lugar tranquilo (lá fora para não atrapalhar o culto).

4 Prepare-se para o culto com seu filho

Você realmente espera que seu filho fique uma hora e meia sentado quietinho, cantando as músicas, orando e ouvindo o pastor pregar? Isso é impossível. Por isso, é preciso que você planeje o culto. Que tal levar uma Bíblia especial para ele, com desenhos? Incentivá-lo a fechar os olhinhos para orar para o papai do céu, orar pertinho dele, falando com ele? Mostrar a ele alegria na hora do louvor, cantarem as músicas, levantar as mãos juntos? Isso fará que seu filho não ache o culto algo chato. 

5 Ajude ele a fazer as necessidades em casa

Um dos grandes trunfos das crianças é o banheiro. Quando estão entediadas em um lugar logo descobrem que o argumento perfeito para sair é pedir para ir ao banheiro ou beber água. Seja atento, faça seu filho ir ao banheiro antes do culto e leve também uma garrafinha de água ou mesmo leite caso for pequeno ainda. Isso te fará avaliar melhor se o que ele tem é uma vontade real ou apenas uma estratégia para sair.

6 Crie o hábito de elogiar a igreja

Muitas crianças odeiam ir à igreja porque o que ouvem dos pais são apenas críticas. Criticam no carro e em casa o pastor, o louvor, o tempo do culto, o irmão fulano, etc. Procure elogiar a igreja para seus filhos, para que eles possam ver os pontos positivos. Como ainda não pequenos, eles ainda não têm maturidade suficiente para lidar com os pontos de crítica. Por isso, o melhor é fazê-los enxergar o quão bom é cultuar a Deus (como de fato é). 

7 Presenteie o bom comportamento

Métodos de incentivo são muito proveitoso para as crianças. Com eles começa-se a ensinar a meritocracia, ou seja, eles terão coisas quando tiverem mérito e perderão coisas quando não tiverem mérito. Converse com seu filho, identifique algo que ele queira muito e, caso ele se comporte segundo as condições, ele ganhará aquilo. Mas cuidado! O objetivo não é transformar seus filhos em interesseiros, por isso, não dê apenas coisas financeiras. Trabalhe com outros “prêmios” também como um passeio, uma brincadeira que ele gosta muito, etc. O objetivo é premiar o bom comportamento, fazendo-o perceber que o bom comportamento gera bênçãos em nossas vidas.